Workshop Música Interativa Digital (Digital Interactive Music)

O workshop “Música Interativa Digital” objetiva capacitar artistas e leigos para o uso do Sistema Holofractal de Transdução de Música e Imagem em instalações audiovisuais interativas, performances, teatro, dança, música experimentais. Mais recentemente, o sistema vem também sendo usado na área de medicina e neurociência, por conta de suas ferramentas fractais de conversão de movimentos e ondas cerebrais em sons e imagens (uso em diagnóstico e potencial em tratamentos musicoterápicos).

A carga horária pode variar entre 12 e 15 horas (divididas em 3 ou 4 turnos), dependendo do público e de suas necessidades específicas. Customizações podem ser solicitadas a eufrasioprates@gmail.com.

Veja abaixo o trabalho final de turmas desse workshop:

Sala Plínio Marcos – Funarte (Brasília, 2014):

Escuela Nacional de Música (México City, 2014):

Tubo de Ensaio – DEA/Unb (Brasília, 2013):

 

Sistema HTMI abordado na tese de Cínthia Nepomuceno

Intitulada “Processo Transcoreográfico”, a tese de doutorado da dançarina e docente Cínthia “Gamila” Nepomuceno, aprovada em Mai/2014, aborda em detalhe o processo criativo do coletivo de dança experimental “Corpo Baletroacústico“.

O trabalho desse coletivo, iniciado em 2012 e premiado em 2013 no edital nacional COLETIVIDEA, se baseia desde o princípio no uso do Sistema Holofractal de Transdução de Música e Imagem como ferramenta tecnológica de fundo estético, isto é, como provocadora de formas experimentais de concepção e improvisação de dança e música interativas.

Veja a seguir um dos diversos trechos em que o sistema HTMI é citado (pp. 119-120):

Os participantes do processo que responderam ao questionário para essa pesquisa (anexo IV) foram
unânimes em afirmar que o Sistema HTMI poderia ser utilizado com sucesso como
ferramenta metodológica para atividades criativas na área de dança. Eis algumas falas
que gostaria de destacar:

  • O Sistema HTMI nos possibilitou brincar, explorar, aprender, renovar e reformular a dança, o corpo, o som e o contato com os outros. Utilizar o software possibilita a criação de ideias a partir da desconstrução e acredito que desconstruir é um ótimo passo para se construir algo. Devido a isso, acredito que o sistema pode, sim, ser uma ótima ferramenta metodológica. (Izabella Beatriz em resposta ao questionário do anexo IV) 
  • Em se tratando de pesquisa em dança, esse sistema é uma ferramenta inovadora, porta para muitas possibilidades em termos de pesquisa de movimentos, especialmente para quem trabalha com a improvisação, além de despertar novas possibilidades sobre processos de composição coreográfica, especialmente aqueles que se utilizam da música. (Helena Medeiros Costa em resposta ao questionário do anexo IV)
  • Dançar com o sistema HTMI é algo que alguns podem classificar como sobrenatural. Porque aparentemente a mente entra em transe devido ao som, e com as projeções o corpo se estende sem dicotomia. Tudo se torna uma grande experiência que leva a pessoa que está dançando a outro mundo – concentração total na ação, com trabalho na corporeidade, foco e criação em novos movimentos. (Bart Almeida em resposta ao questionário do anexo IV) 
  • Eu me senti muito lisonjeado em ter contato com essa tecnologia foi fantástico para mim, nunca tinha visto ou experimentado a sensação que o Sistema HTMI me proporcionou e um ar de liberdade com criação simultânea. Uma composição instantânea. (Wesllen Masolliny em resposta ao questionário do anexo IV)

Download HTMI System v. 2.2g (for Win and Mac)

DOWNLOAD version (2.2g) of the .MXF for Mac and Windows, now including a MotionGram video recorder and a database file including discrete data from the Video Transducer (Quantity of Motion, X and Y position in the webcam). This is an open code version, that you may change at your will (considering the CC license).

Opens in Mac and Windows, using the Max Runtime 6.0.8 (Mac) or 6.1 (Win), available for download at cycling74.com.